Portal da Câmara Municipal de Candeias - Notícia

Memórias da Câmara: Fernando Calmon. O primeiro Presidente de oposição, na história da Câmara de Vereadores de Candeias

03/01/2019 13:49:00    Fonte: Mônica Valle - Assessora de Imprensa da Câmara Municipal de Candeias

Fernando Calmon

Fernando Calmon

Fernando Calmon Oliveira do Nascimento (PSD), é o primeiro Presidente da Câmara Municipal de Candeias a ser oposição à base governista municipal. Ele, que além de um apaixonado pelo parlamento, deixou seu grande legado: o de tornar o legislativo candeiense independente. Ou como ele mesmo gosta de dizer “a Câmara alcançou a maioridade. Começou a responder por ela mesma, sem ser subordinada ao executivo”. Isto, com a autonomia e posicionamento firme que lhe são característicos, para tornar eficiente o trabalho parlamentar e administrativo.

Segundo Calmon, sendo um Presidente de Câmara na oposição, ele jamais teve o pensamento dúbio de travar projetos da administração e fazer mal à cidade, “isso porque eu tenho posicionamento político. Eu não acredito no projeto do atual gestor, porque não vejo prioridades. Só enganação, maquiagem e desmandes. Não posso compactuar com essa forma de governo. Eu me sinto feliz em não ter feito da Câmara de Vereadores um puxadinho, um anexo da prefeitura”.

O ex-presidente, que aos 40 anos está em seu segundo mandato de vereador, é militante político desde os 16 anos, quando votou pela primeira vez. Tendo como uma de suas principais inspirações políticas, o ex-prefeito de Candeias, David Caldeira, Fernando tomou como causa de vida, a missão de cuidar das pessoas através de seu trabalho político. Foi quando, depois de coordenar algumas campanhas, em 2012, deu voz ao seu chamado. “Eu levo a minha missão muito a sério. Eu sempre peço a Deus, em minha orações, que me conduza na política até quando eu tiver sensibilidade pela história das pessoas. O político que não tem sensibilidade, perde o total sentido de permanecer no cargo que ocupa”.

Visto muitas vezes como um gestor mais incisivo em suas ações, Fernando justifica que a coisa pública deve ser tratada com respeito. “Cada um tem a sua forma de administrar. Eu venho para a vida pública com uma visão de que a gente precisa cuidar do que é público como muito zelo e responsabilidade. Dentro desses dois anos eu tentei cuidar do público como se fosse privado. Eu trabalhei todos os dias das 08h às 17h e muitas vezes entrava pela noite. A única cobrança que a gente sempre fez, era que cada pessoa cumprisse suas obrigações. Que cada um executasse sua função com excelência. O nosso salário vem do povo e o povo tem que ser sempre a prioridade”.

Presidência

Na presidência, elogiado por seus colegas pela conduta frente ao parlamento, além da melhoria nas instalações com reformas internas e manutenções, alguns atos de Fernando Calmon deram notoriedade à sua seriedade em administrar, como a abertura de três novos setores: a sala de imprensa, com o jornalismo; a sala de redação, que agilizou a elaboração das atas das sessões e a ouvidoria, que ele considera também como uma grande marca de sua gestão no legislativo.

“A ouvidoria vem solucionando diversos problemas que antes, as pessoas tentavam resolver através dos gabinetes dos vereadores. A população tem encontrado auxílio não apenas na área civil ou de repartição pública, mas também perante ao poder judiciário. Todos os encaminhamentos são feitos e acompanhados até serem resolvidos. Com certeza, o cumprimento da determinação do Ministério Público, em criar uma Ouvidoria na Câmara, realizado em nossa gestão, é um dos nossos grandes feitos.
 

Durante o mandato de presidente, mesmo diante da crise econômica que o Brasil até hoje enfrenta, Calmon conseguiu reajustar os salários dos servidores em 10%, fruto, segundo ele, de um planejamento equilibrado.


Pretensões

Fernando continua agora no seu mandato de vereador, mas tem pretensões maiores a partir do próximo ano. “Vou continuar com o mesmo empenho e dedicação, fiscalizando, propondo leis e estando mais perto do povo, coisa que com a presidência era mais difícil. Eu sonho em um dia administrar a cidade que eu nasci, fui criado, fiz amigos e tive a graça de me tornar legislador. Se um dia, pelas mãos de Nossa Senhora e com a permissão de Deus eu receber as chaves desse município, irei trabalhar com o mesmo empenho e dedicação e cuidar das pessoas com humanidade”.

Candeiense

Natural de Candeias, mais precisamente na Travessa Calmon, no bairro Areia, Fernando nasceu em casa, em 04 de fevereiro de 1978, por uma parteira chamada Elisa, um dia após o encerramento da grande festa à Padroeira do município, Nossa Senhora das Candeias, algo que muito lhe enche de orgulho e de emoção.

“Eu sou imensamente feliz por ter nascido aqui. E muito grato a Deus pela oportunidade que tenho de representar as pessoas que confiaram em mim. Eu me importo com isso e quero dar sempre o meu melhor para honrar essa confiança. Quero agradecer ao meu Deus, a minha família e aos funcionários da Câmara, por todo carinho e apoio durante a jornada que encerramos no último biênio desta casa. Eu estou aqui. Contem comigo”.

Palavras-Chave: Fernando Calmon, PSD, Presidente da Câmara, Candeias, Bahia

Fotos



Última atualização: 23/05/2019 09:16